Bancário paga a conta pelo Santander

O Santander continua a explorar os funcionários. O banco espanhol, que no primeiro semestre lucrou R$ 4,15 bilhões, agora obriga o empregado a pagar o táxi ou combustível do carro próprio para fazer serviços externos da empresa com a promessa de reembolso.
O problema é que o Santander está dando o velho calote no bancário, além de continuar obrigando a fazer abertura de contas em faculdades e ainda visita aos clientes fora do horário de trabalho. O pior, sem o pagamento de hora-extra.
As denúncias não param por aí. Depois da deflagração da greve da categoria, no início desta semana, a direção da empresa resolveu atormentar os empregados, coagidos a chegar de madrugada para furar o movimento. Quem se atrever a descumprir a ordem, corre sério risco de demissão.
A atitude dos bancos com a paralisação causa repulsa entre todos os trabalhadores. O Sindicato da Bahia lembra que a greve é um direito legítimo garantido na Constituição Federal. O empregado, portanto, não pode ser forçado a trabalhar durante o período de paralisação.
Fonte: O Bancário
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: