Trabalho da CTB na greve fez a diferença

Desde fundada, em 2007, que a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) desenvolve um trabalho diferencial. Os benefícios são sentidos por diversas categorias, inclusive a dos bancários. Os funcionários do sistema financeiro têm tido suporte e total apoio nas mesas de negociações específicas, nas conferências regionais e a nacional e também durante a campanha salarial, inclusive a greve.
A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil defende melhorias efetivas para a categoria. Por isso, a entidade sempre está presente nas assembleias e reuniões, prestando orientação à militância, e ainda integra o Comando Nacional dos Bancários.
Por tudo isso, a Central, junto com o Sindicato da Bahia, tem um papel fundamental no processo negocial com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). É no momento das discussões que a CTB se impõe como entidade de defesa dos trabalhadores.
Mas, o trabalho só dá certo porque conta com o apoio dos bancários. Para o secretário nacional da entidade, Eduardo Navarro, a parceria com os empregados é fundamental para o sucesso do movimento. “Construímos todas as demandas juntos, até a pauta de reivindicações. Esse suporte é importante na mesa de negociação”.
Ele ainda faz questão de ressaltar a participação da categoria em todo o processo, destaque para a greve. “Os bancários fizeram uma paralisação inesquecível, com ampla adesão e a Bahia tem o seu papel na vitória. A campanha foi realmente diferente de anos anteriores”.
Fonte: O Bancário
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: