Cresce o número de divórcios no país

Os casamentos não são mais para sempre. É o que comprova a pesquisa Estatísticas do Registro Civil do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta quarta-feira (30/11). Em 2010, a taxa de divórcio atingiu 1,8 por mil habitantes entre as pessoas de 20 anos ou mais.
O número, o maior desde o início da série em 1984, foi impulsionado pelo fim da exigência de prazos para dissolução dos casamentos. O instituto avaliou que a possibilidade do divórcio por via administrativa também colaborou para o crescimento da taxa em 2007. Foram registrados 243.224 divórcios através de processos judiciais ou escrituras públicas ano passado. As separações chegaram a 67.623 processos ou escrituras.
Em vigor desde julho de 2010, uma mudança constitucional permite que os pedidos de divórcio sejam acelerados. A taxa geral de separação teve queda significativa, 0,5, ou seja, uma separação para cada 500 pessoas. Antes, o casal precisava ter pelo menos um ano de separação judicial para se divorciar ou dois anos na separação de fato, que é quando o marido e a mulher já vivem separados, mas são considerados casados pela Justiça. Na nova regra fica possível solicitar a dissolução do casamento a qualquer tempo, o momento que casal desejar, seja o divórcio de natureza consensual ou litigiosa.
A idade média de quem se divorciou, em 2010, foi de 43 anos para os homens e de 39 anos, entre as mulheres. Dez anos antes, idade média dos homens e mulheres que se divorciaram era 41 e 38 anos, respectivamente.
Fonte: O Bnacário
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: