Verba para segurança bancária é insuficiente

Enquanto o número de mortes envolvendo bancos cresceu em 2011, a verba destinada à segurança diminuiu em relação a 2010. A queda foi de 5,45% para 5,20% do lucro, que chegou a R$ 37,9 bilhões até setembro.
A falta de preocupação das instituições financeiras com a vida é algo visível. Isso porque, os assassinatos em 2010 já tinham atingido altos índices (23 mortes), portanto, o esperado era que o investimento na área subisse. Seguindo um caminho mais confortável para o bolso dos cinco maiores bancos que operam no Brasil, somente um, o Bradesco, manteve a porcentagem destinada à segurança no ano anterior.
A Caixa reservou 12,06% do lucro no ano passado para esta finalidade, em 2010, o investimento foi de 14,63%. No mesmo período, o Banco do Brasil separou 6,18% dos ganhos contra 6,33% no ano anterior. Já o Itaú e o Santander destinaram, respectivamente, 3,28% e 6,36% do orçamento.

Fonte: O Bancário

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: