Correspondentes bancários sem segurança

Aproximadamente 150 mil correspondentes bancários em todo o Brasil. Essa é a estimativa do número de estabelecimentos que atendem e oferecem serviços bancários, mas que, efetivamente, estão longe de se tornarem bancos.
Não é raro ver um supermercado, padaria, farmácia, loterias que recebam e efetuem pagamentos de contas, por exemplo. Em muitos casos, inclusive, isso acontece logo o lado das instituições financeiras. Os locais não possuem empregados devidamente capacitados e, muito menos, segurança adequada, o que ajuda a crescer o índice de violência envolvendo operações bancárias.
Prova disso é o que aconteceu, nesta segunda-feira (23/01), no município de Presidente Tancredo Neves, a 261 quilômetros de Salvador. A funcionária de uma loja, que opera como correspondente do Banco do Brasil e do HSBC, ia se dirigir ao local para depositar uma quantia e pagar alguns boletos. A vítima, no entanto, foi surpreendida por dois homens armados, que roubaram a bolsa com todo o dinheiro.
De acordo com o dono do estabelecimento, o valor levado gira em torno de R$ 30.000,00. Casos como esses reafirmam o absurdo que é a criação desenfreada de correspondentes bancários. Pior, resoluções do CMN (Conselho Monetário Nacional) permitem que os bancos repassem grande parte da atividade para estes pontos de atendimento.
A medida nada mais é que uma forma de promover a elitização bancária, jogar os clientes de menor renda para os correspondentes, além de precarizar as relações de trabalho e a população, que não conta com segurança no local, nem para os dados fornecidos.

Fonte: O Bancário

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: