Maioria do Supremo mantém poderes de investigação do CNJ

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quinta-feira manter os poderes de investigação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Por 6 votos a 3, a decisão mantém a autonomia do órgão em abrir investigações contra magistrados. O julgamento, porém, ainda não havia terminado por volta das 20h25.

Caso seja mantida, a decisão contraria liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello no fim do ano passado, atendendo pedido feito pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), que tentava fazer valer a tese de que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) só poderia investigar magistrados após processo nas corregedorias dos tribunais estaduais.

Peluso nega crise no Judiciário e defende atuação do CNJ
Associação diz esperar que STF não limite poder do CNJ
OAB faz ato em defesa do CNJ e contra ‘conservadorismo’ de juízes
STF define que todos os julgamentos do CNJ devem ser públicos

Iniciado ontem, o julgamento sobre a atuação do CNJ provocou intenso debate no plenário.

A ação já estava na pauta do tribunal desde setembro do ano passado. Os próprios ministros decidiram, no entanto, adiar sua análise até que construíssem um acordo.

Leia matéria completa clicando no link abaixo:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1043288-maioria-do-supremo-mantem-poderes-de-investigacao-do-cnj.shtml

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: