Após decreto de greve, PM do Rio nega paralisação dos serviços

O Comando da Polícia Militar do Rio informou, em nota, que não houve paralisação dos serviços prestados a população e que todas as unidades estão funcionando normalmente nesta sexta-feira. Na noite de ontem, lideranças do Corpo de Bombeiros e das polícias Civil e Militar do Rio decidiram entrar em greve a partir desta sexta-feira.

As três categorias não ficaram satisfeitas com a proposta de reajuste apresentada pelo governo estadual e aprovada ontem pela Alerj (Assembleia Legislativa).

O grupo reivindica salário base de R$ 3.500 para as três categorias a partir deste mês de fevereiro. Eles também pedem a libertação do cabo bombeiro Benevenuto Daciolo, preso desde a noite de quarta-feira (8), após a divulgação de escutas telefônicas dele falando sobre uma greve geral no Rio. O habeas corpus impetrado por sua defesa foi negado pela Justiça.

Nesta sexta, o comando da PM informou que o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e o Batalhão do Choque também auxiliam patrulhamento.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: